cabecalho

cabecalho

Pesquisar este blog

Carregando...

Livro "Diário a Bordo Galápagos"

Livro "Diário a Bordo Galápagos"
A imagem da esquerda será teoricamente a capa do livro e, as demais são as capas dos capítulos. Estão organizadas na ordem cronológica das viagens que o livro irá retratar.

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Extração do dente siso

Sendo o terceiro molar, o dente siso, é um dente que esta sendo extinto. A evolução do ser humano e modernização da vida, está fazendo com que este elemento dentário se torne cada vez mais desnecessário em nossa cavidade bucal.
Atuando na especialidade como Cirurgião Buco-Maxilo-Facial, venho recebendo em minha clínica constantemente, alguns casos, que realmente há necessidade de ser um especialista na área.
A graduação pela faculdade, não nos dá total segurança para a realização deste tipo de cirurgia. Hoje, após o curso de mestrado nesta área, me sinto completamente ápto para atuar na intervenção cirúrgica na extração deste temido dente.
Um ótimo exemplo foi o atendimento realizado neste paciente. Uma jovem de 26 anos de idade, compareceu em minha clínica para extração dos dentes sisos. Após exame clínico e por imagem através de uma radiografia panorânica que é feita rotineiramente, foi diagnosticado a presença dos quatro dentes sisos e em extrema necessidade de extração.
O siso inferior do lado esquerdo da imagem, além de estar completamente na horizontal, está impactado na parte posterior do dente da frente. E o pior de tudo é a presença de um cisto (uma imagem escura em forma circular abaixo do dente.) Normalmente indolor, este cisto precisa ser tratado imediatamente. A necessidade de intervenção cirúrgica é certa.
Até esse ponto não há muita necessidade de um especialista. Mas a cirurgia tem que ser realizada e por nós que dedicamos a vida profissional a especialidade cirúrgica.
Cuidados a serem tomados:

  1. Remoção completa do cisto para que diminua a possibilidade que o cisto volte.
  2. Cuida para não fraturar o osso da mandíbula durante a cirurgia, porque a presença do cisto fez com que a espessura óssea ficasse muito frágil.
  3. Cuidado para não lesar o nervo alveolar inferior, que está bem abaixo do cisto, o que provocaria uma parestesia ( ficaria com a sensação de lábio durmente ), que poderá ser por um certo tempo, ou permanente.
  4. Cuidado para não lesar o nervo lingual, que está bem ao lado do dente, e como é usado motores na remoção do dente, há extrema necessidade de atenção para este detalhe.
  5. Remover o dente por completo, tentando associar o menor tempo, com a menos abertura. Para que que haja um melhor pós operatório.
  6. A incisão em tecido mole deve ser feita de forma firma e perfeita para que tenha uma boa cicatrização.
  7. A utilização de medicação no pré e pós operatório para que possa aumentar o conforto do paciente.
  8. A intervenção com instrumental correto e apropriado é de fundamental importância para que todos os outros detalhes seja realizado com sucesso.
Sempre que possível, tento fazer a extração dos quatro sisos no mesmo dia, o que normalmente demora em torno de 50 minutos. Na extração de um, dois, três ou os quatro dentes no mesmo dia, o sofrimento do paciente no pós operatório é o mesmo. Medicação, cuidados, desconforto praticamente não altera quando se faz essa cirurgia. Particulamente prefiro tirar os quatro, para que o paciente fique livre de uma única vez, e não precise ser submetido novamente a este estresse.
Vários cuidados também deve ser tomados na extração dos sisos superiores, um pouco diferente do inferior, mas de total importância. Esta paciente, em especial, não conseguimos fazer os quatro no mesmo dia, pelo nível de dificuldade que se encontrava cada dente. Realizamos os dois do mesmo lado, e em um outro dia fizemos os outros dois restante.
Nível de dificuldade fora do normal, porque normalmente os inferiores são mais complicados do que os superiores, mas neste caso os quatro estavam bem difíceis.
O resultado final foi muito bom, a paciente não apresenta nenhum tipo de parestesia, até agora ( um anos depois) não há evidência que o cisto voltou.
Me sinto muito satisfeito por realizar uma cirurgia desta com total sucesso. A dedicação que tenho a minha vida profissional, me traz este satisfação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário